Rede MPL:
A mostrar resultados 1 para 4 de 4
  1. #1

    Post Voltar para Portugal ou continuar no Reino Unido?

    Boas Pessoal!
    Desde do ano passado que vivo no Reino Unido, vim pra cá pois minha família vive aqui e eu tava a viver em Portugal sozinho. Fiz o IELTS e fui aceite numa universidade o ano passado no curso de Information Systems mas adiei a entrada pra este ano, já que precisava de dinheiro para os custos de vida (acomodação, comida, etc) apesar de que é capaz de eu conseguir outro empréstimo(além das propinas) do governo, pois tenho estado a trabalhar... Mas estou seriamente a pensar em voltar para Portugal e tirar o curso lá, minha família tem lá um apartamento e meu pai queria que fosse pra ficar por lá. Uma das principais razões é o facto de não gostar muito do estilo de vida que as pessoas aqui levam, é do trabalho pra casa ou então do trabalho para o pub (bebem pro crl), não tem lá muito divertimento já que as coisas normalmente fecham muito cedo, chove quase que diariamente e escurece as 4 da tarde, excepto no verão. Além disso, vou sair da universidade com um dívida de no mínimo 27k (fora os juros) e que provavelmente nunca irei pagar de volta completamente, tudo bem que é uma dívida especial, só pagas quando começar a ganhar 21k por ano (o que não é la muito dificil em Londres que é onde está os melhores trabalhos na área da tecnologia), ainda assim, continua a ser uma dívida. Porém se eu voltasse pra Portugal iria ingressar num curso de engenharia e teria de pagar 3k por todo o curso(o que já tenho), o que é basicamente nada perto de 9,2k por ano que andam aqui a cobrar. Teria de repetir os exames nacionais, ou seja, mais um ano parado e também a situação em Portugal não é nada motivadora, andam a pagar 600 euros e a explorar uma pessoa, isso quando arranjam emprego... provavelmente eu iria terminar o curso e bazar, mas sem experiência é complicado. Em Portugal pelo que me dizem (nunca estive no ensino superior português) valorizam muito a teoria, andam numa sala de aula a se matarem com a matemática, o que por mim é ok, eu venho do curso de Ciências e Tecnologias e tive uma média por volta de 14-15, por isso acredito que tenho bases, mas eu estive na universidade aqui por um mês antes de adiar a matrícula, e logo na primeira semana já tava a abrir os computadores e tirar peças, é tudo muito prático, o que pra mim é mais atraente.
    Última edição por LucasGome2708 : 13-06-17 às 20:31:02

  2. Links Patrocinados:
  3. #2
    Gold Member
    Data de Registo
    Aug 2013
    Posts
    9,927

    Por Defeito

    Boas!
    Também estou no UK há menos de um ano e percebo bem algumas das coisas que estás a dizer.
    Em relação ao estudo: a questão mais importante, a meu ver, é que o UK está numa fase em que ninguém sabe o que vai acontecer. As regras para ter acesso a tudo através do direito a residir estão a tornar-se muito complicadas e daqui a 2 anos possivelmente serão mais se o Brexit for para a frente. Isto para dizer que estudar no UK é uma oportunidade que ainda se agarra com alguma facilidade agora, mas se escolheres ir para Portugal, se mais tarde te arrependeres ou quiseres continuar aqui (sim, porque hoje em dia uma licenciatura de 3 anos não vale muito, tens que continuar pelo menos para um mestrado), o que pode acontecer é quereres vir para cá estudar e já não ser fácil...

    O ensino... pelo que já me apercebi, o ensino aqui tem essa grande vantagem de ser muito "hands on", começas logo a mexer com coisas práticas, não há qualquer comparação entre os recursos daqui e os daí e o ensino é bom basicamente por isso e o espaço para autonomia/fazer coisas é muito maior. No entanto, o ensino português ainda assim não pode ser considerado mau. Simplesmente é diferente. O corpo teórico parece-me muito mais consistente e de uma solidez que permite uma base muito boa. O problema é que temos alunos com excelentes bases de ensino teórico, mas depois sem prática nenhuma e a interligação com o mundo real é mínima, comparado com aqui.

    Quanto aos empréstimos de estudante, se não estou em erro como cidadão europeu terás que estar a residir aqui há pelo menos 5 anos. No entanto, tem essa grande vantagem de só pagarem a partir do momento em que já ganhas 21k. Mas a partir do momento em que ganhas mais que isso, e em poucos anos podes chegar a um salário acima dos 30k, não custa nada pagar o empréstimo, até porque podes ir pagando aos bocadinhos. Não sei se esta informação é precisa, mas estive a ver há uns tempos como era isso porque queria fazer Counseling aqui e dei logo com o requisito dos 5 anos... daí que tenho que fazer isto de outra forma, mas eu como aqui sou considerada "lone parent" tenho acesso a alguns descontos nas propinas de algumas instituições de ensino e ainda não vi as grants. No entanto, sei por exemplo que nalgumas escolas, se tiveres mais de 24 anos e estiveres desempregado podes conseguir não pagar propinas.


    Não sei se consideraste que podes tirar engenharia através de uma aprenticeship, e aí no primeiro ano recebes pouco, mas a partir do segundo ano recebes já o salário mínimo, o que dá para viveres. Podes ainda procurar bolsas ou grants que ajudem com os estudos.

    No topo disto está o facto de, com um curso tirado no UK, é mais fácil arranjar emprego em qualquer lugar do mundo do que com um curso português. Tens a vantagem da língua e o conhecimento de outro país. Se tirares o curso em Portugal e depois vieres para aqui, vens às escuras, com um domínio da língua e um conhecimento do país que não é suficiente para estares ao mesmo nível dos nativos e é mais difícil arranjares emprego.

    Ponderando isto tudo, se calhar em termos de estudos o mais vantajoso é ficar no uk.

    Quanto às pessoas: compreendo o que dizes porque também acho bem mais difícil socializar aqui, tanto pelo estilo de vida deles como pela própria cultura que molda a personalidade deles, e é bem diferente da nossa. No entanto o uk é multicultural e ao longo dos anos vais fazendo amigos de todas as nacionalidades. Mesmo os ingleses levam o seu tempo para nos deixar entrar no seu espaço pessoal, mas depois de isso acontecer são muito estáveis com os seus amigos (parece-me) e também se divertem. À maneira deles, pronto...

    Temos mais ou menos o mesmo tempo no uk e também me estou a tentar adaptar à cultura. Isso que dizes é muito frustrante para mim, vivo encostada ao mar e durante a semana é uma pasmaceira que não se entende, mesmo em alguns fins de semana não se entende porque é que aquilo não está cheio de esplanadas, música e actividade. Não entendo porque é que as pessoas estão em casa e não ali a curtir a beira mar. Mas saem para pubs sim, que realmente fecham cedo, bebem como se não houvesse amanhã, alguns além da bebida ainda lhe juntam mais alguma coisa e lá se divertem. Mas eles são assim: precisam de qualquer coisa mais para conseguirem "relaxar", vamos dizer assim. Mas o que eu tenho reparado é que a forma como nós olhamos para isso (a perspectiva) é também importante. Então tento fazer um esforço para perceber que o natural para eles é durante a semana é casa-trabalho, jantar às 6 e dormir às 10 ou coisa que se pareça, e no fim de semana é "booze"
    Comecei a tentar "conviver melhor com isso". Simplesmente tento não despersonalizar a minha cultura e tento que a minha forma de estar seja um "acrescento". O que resulta normalmente em dizer muitas vezes durante a semana: vamos ali beber qualquer coisa à beira mar no final da tarde/início de noite, e depois tentar que isso se arraste um bocadinho depois das 10. Ao fim de muitos "no, i have to work tomorrow", lá consegui umas 2 vezes por semana em que se estica um bocadito o tempo de lazer fora de casa. Porque com o tempo e se puxarmos por eles, alguns até vão, e eventualmente acabam por ir connosco porque o hábito para eles é algo que lhes é essencial.

    Portanto o que eu acho em relação a isto é que temos que fazer um esforço para nos adaptarmos à cultura e maneira de ser deles, e isso resulta num mix: damos por nós por vezes a ir para a cama mais cedo (ontem deitei-me por volta das 11, hoje antes das 5 já estava acordada, lol), outras vezes temos que ser nós a introduzir os nossos hábitos e esperar que alguns os apreciem.

    Agora também há que não se adapte mesmo e conheci alguns casos.

  4. #3

    Por Defeito

    Pois é verdade, ninguém sabe o que pode acontecer, se começarem a impedir os estudantes de trabalhar lá vou eu ter de parar o curso e ficar com a divida ahahaha. Isso de que a licenciatura de 3 anos não vale muito acredito que somente seja verdade em Portugal, aqui a maioria trabalha só com licenciatura pq o mestrado tens de pagar do teu bolso, o governo só ajuda com a primeira licenciatura, e não é nada barato. Em Portugal que agora andam com a mania dos mestrados integrados, é até engraçado, as empresas exigem mestrado, pagam menos e trabalhas mais do que aqui, outro dia vi a notícia de um eletricista que tava a três anos a trabalhar horas extras sem ser pago e quando foi pedir para ser pago arranjaram uma desculpa qualquer e o mandaram embora.

    Aqui a experiência conta bem mais do que o canudo, antes de vir pra cá já acompanhava uns canais no youtube de pessoas que viviam aqui, tem um gajo que fazia videos no trabalho quando encontrava um tempinho, naquela altura trabalhava nas limpezas em escritórios, pouco tempo depois arranjou um trabalho de design gráfico e por volta de 1 ano atrás abriu a sua própria empresa de web design/design gráfico e tá a correr muito bem, ele tem um curso de engenharia informática tirado noutro país mas não foi reconhecido cá pois não tem experiência. Tem um outro que começou a trabalhar num restaurante a lavar pratos, hj é responsável pelo Marketing do restaurante e a noite anda na faculdade a tirar Marketing... oportunidades como estas, acredito eu, que não existam em Portugal, ou tens um pedaço de papel ou não és ninguém.

    O empréstimo para as propinas é para qualquer cidadão europeu (desde que não tenhas estado a viver em Países fora da união europeia), emprestam-te 3 anos e mais 1 ano extra (caso chumbes algum), como eu adiei a matrícula o ano passado e já andava inscrito na faculdade eu perdi 1 ano de empréstimo, agora já só tenho 3. Dei sorte por ter saído logo, senão teria de pagar do bolso por volta de 3k que corresponde a propina do primeiro term. Agora o empréstimo para custos de vida é que tens de estar a viver aqui por 5 anos, entretanto, se tiveres a trabalhar enquanto estudas podes pedir o status de Migrant Worker que foi o que eu fiz, tens de trabalhar pelo menos por volta de 10 horas por semana enviar provas para eles como tás a trabalhar. To a espera para ver se me vão emprestar esse dinheiro tbm. Tens bastante tempo livre, eu tinha por volta de 14 horas de aula por semana e não estudava quarta, então dá pra ter um part time na boa. Já havia considerado engenharia aqui mas eu não tenho condições, os aulas de engenharia tomam muito mais tempo, algo em torno de 20 horas por semana ou mais, então não teria como trabalhar para me sustentar e o apprenticeship é muito dificil de arranjar.

    Pah, eu não tenho nada a reclamar em relação a trabalhos aqui, as condições são bem melhores do que em Portugal e ganhas bem mais, o custo de vida só é diferente de Portugal no que diz respeito a casas, aqui pra arrendar uma casa pagas um pouco mais, se bem que tive a olhar uns quartos em Lisboa e andavam por volta de 300-350 euros, meu pai anda a pagar 400 e tal numa casa com dois quartos e um jardim que todo domingo faz lá um churrasco... por isso, não vejo uma diferença assim tão grande. Comida é basicamente o mesmo, senão até mais barato.
    Queria eu tá a viver ao pé do mar, to a viver numa cidade pequena ao pé de Nottingham. Sinto falta dos passeios a beira mar hahahaha

    Enfim, dito isto, meu pensamento é ainda voltar para Portugal, mas por motivos pessoais pois qualquer pessoa sã jamais voltaria. É onde me sinto bem, onde temos a mesma cultura e falam a minha língua, já ando farto de estar sempre a falar inglês hahaha Talvez depois de tirar o curso aqui, que já tá tudo encaminhado. Em relação a divida, vou ***** nisso, depois de 30 anos desaparece hahahahaha

  5. #4
    Gold Member
    Data de Registo
    Aug 2013
    Posts
    9,927

    Smile

    Não sabia esse detalhe dos 5 anos.
    Em relação ao que falei do mestrado, estou a falar do futuro próximo. Aliás, tenho uma amiga aqui que tinha uma escola em Portugal e como eu e muitos perdeu o negócio a metade da vida e teve que recomeçar de novo aqui, e ela estava a dizer-me precisamente que a educação superior se está a desvalorizar e torna-se necessário continuar a estudar mais para ter vantagem.

    Quanto à língua, eu tenho quase o dobro da tua idade e já ganhei o gosto ao inglês, mas claro que gostaria de ser totalmente fluente e ainda não sou. Irrita-me mais não ter a proficiência que tenho com o português porque estava habituada a ter um leque de vocabulário e expressões que ainda não tenho aqui.
    Sinto saudades de algumas coisas em Portugal, é verdade, mas cada vez que penso em voltar caio na realidade de que uma coisa que eu gosto mais do que sol e praia é ter dinheiro! Portanto Portugal está muito bem para férias...

    Sendo realistas, só vale a pena voltar para Portugal com um emprego certo muito bem pago... caso contrário talvez seja hipotecar o futuro nesta altura da economia portuguesa.

    Claro que haverá fases e dias em que só nos apetece mandar isto tudo para o diabo e voltar a Portugal, à nossa zona de conforto. Mas as mudanças da vida dão-se quando saímos dela

    Boa sorte, seja qual for a tua decisão!
    Última edição por Sway : 14-06-17 às 23:03:03

Tópicos semelhantes

  1. Queijo fresco e outros alimentos no Reino Unido
    Por steynne na secção Alimentação
    Respostas: 11
    Último Post: 19-04-14, 21:55:20
  2. Devo continuar?
    Por EVILution na secção Sexo
    Respostas: 25
    Último Post: 16-11-12, 13:13:56
  3. Respostas: 28
    Último Post: 03-09-12, 14:50:51
  4. Tecnicos de Gás no Estrangeiro (Reino Unido)
    Por slack na secção Stress / Trabalho / Faculdade
    Respostas: 10
    Último Post: 01-02-11, 22:41:42
  5. Se a refeição pós-reino coincidir com Jantar?
    Por tobartolo na secção Desporto / Fitness
    Respostas: 7
    Último Post: 22-05-10, 15:47:49

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •  

A Motorpress Lisboa S.A. não pode ser responsabilizada pelas opiniões, imagens, links ou outros conteúdos submetidos pelos utilizadores deste Fórum.
Este Website encontra-se registado na Comissão Nacional de Protecção de Dados.